Clientes em boas mãos e projetos bem-sucedidos


Compartilhar Compartilhar


Há alguns anos a palavra do mercado de multipropriedade era vender. Projetos bem-sucedidos eram os que vendiam mais. O amadurecimento do setor levou as empresas para outra direção. As vendas não foram esquecidas! Mas a preocupação maior é gerir a carteira de recebíveis e ter um bom relacionamento com os clientes, já que os mesmos estarão com essas empresas por anos.

Empresas que se preocuparam com isso desde o início da explosão das cotas imobiliárias no Brasil saíram na frente. E hoje possuem expertise e equipe para poderem também prestar serviço para outras empresas.

A W Palmerston Holding, uma das pioneiras do negócio multipropriedade, tem uma gestão bem-sucedida no pós-vendas e recentemente lançou a empresa WPA Gestão Inovadora, na qual pretende exportar essa expertise para outras empresas do mercado.

O diretor executivo da W Palmerston, Ênio Almeida, diz que a empresa pretende profissionalizar mais o mercado com a WPA. ’’É importante que todos ganhem. Se um negócio não der certo respinga nos outros”, afirma. ”Nós temos um negócio e estamos aplicando para nossos parceiros as mesmas soluções e estratégias que são um sucesso conosco”.

Para o presidente da W Palmerston Holding, Waldo Palmerston, a WPA surge diante de uma necessidade do mercado que busca se profissionalizar e ofertar as experiências que a Holding tem com mais de cinco décadas de existência, ”que transforma os serviços prestados não apenas para os empreendimentos dentro do grupo, levando também profissionalismo e uma gestão inovadora para todos os empreendimentos de todos os clientes que a empresa faz a gestão e também para o mercado”.

Serviços da WPA

De acordo com Ênio Almeida, a WPA oferece a solução completa para uma gestão de sucesso com o relacionamento com o cliente, contando com cinco módulos de serviços: Cobrança, Administrativo, Financeiro, Back Office e SAC. ”A WPA Gestão Inovadora é a certeza de que os negócios de multipropriedade de nossos clientes estão no lugar certo, através de uma gestão especializada com foco no negócio do investidor”, afirma .

‘’Essa é a oportunidade de relacionamento com nossos clientes, de mostrar que está em boas mãos e fez o melhor negócio de sua vida. Trazendo tranquilidade ao mostrar o andamento das obras, no cuidado que temos ao enviar uma cobrança personalizada e fazendo com que cada etapa em que ele passe dentro da WPA seja uma experiência de cuidado e carinho, se sinta seguro”, diz Waldo Palmerston.

Conheça a experiência de sucesso no pós-vendas da WPA

O diretor executivo da W Palmerston explica que a expertise em pós-vendas da WPA vem do pioneirismo da empresa no mercado de cotas imobiliárias e por ser responsável pela gestão de carteiras dos empreendimentos comercializados pala WAM Brasil, que detém 57% do Market Share do setor de multipropriedade.

”A WPA é a empresa que cuida de todos os detalhes ligados às cotas imobiliárias comercializadas nos empreendimentos em que a WAM Brasil é responsável”, explica Ênio Almeida. ”Cuidando e gerindo com excelência, a empresa tem como objetivo deixar o cliente tranquilo, por dentro de todos os detalhes e pronto para aproveitar da melhor maneira a sua casa de férias”.

De acordo com Ênio Almeida, por essa parceria com a WAM Brasil, a WPA nasce grande, com uma carteira de mais de 15 mil clientes, mais de 10 empreendimentos administrados no sistema de cotas imobiliárias, 8300 unidades hoteleiras vendidas e mais de 100 mil frações comercializadas.

Pós-vendas: passo a passo

O diretor executivo explica que o trabalho da WPA começa após o pagamento da entrada da venda da cota, depois há várias parcelas, com até 84 vezes. ”Ali começa o relacionamento com o cliente”, afirma.

Segundo ele, há três coisas essenciais para o pós-vendas ser bem-sucedido:

Pessoas – ”Tivemos um reconhecimento recente, conquistamos o Great Place to Work, como 8º melhor empresa para se trabalhar no Centro – Oeste”, comemora Ênio Almeida. ”Nossos próprios colaboradores que nos premiam, eles que preenchem a pesquisa”.

Processos – ”Nós temos a Certificação ISO 9001, que é uma norma de sistema de gestão de qualidade, que reconhece a capacidade de fornecer produtos e serviços que atendem às necessidades dos clientes”.

Tecnologia – ”Usamos PABX, CRM Oracle, ERP Sienge, temos aplicativos para smartphone dos clientes, em que podem acompanhar obras, processos e ter segunda via dos boletos, temos o portal do cliente, e usamos vários canais de comunicação – Whatsapp, e-mail, telemarketing, redes sociais e até o Reclame Aqui”.

Porém, o diretor executivo da W Palmerston salienta que dentre esses três pilares do pós-vendas, o mais importante é a equipe. ”Pessoas qualificadas para fazer o atendimento”, diz. ”Pode ter o melhor software e infraestrutura, nada adianta se não tiver equipe capacitada.

Jurídico age preventivamente

Segundo Ênio Almeida, o departamento jurídico da WPA trabalha de forma preventiva e não contesiosa. ”A gente trabalha preventivamente, por e-mail, telefone”. Ele conta que os boletos de pagamentos enviados aos clientes são personalizados, contendo um informativo com andamento das obras e informações, dicas e sugestões de férias. ”Isso faz com que a cobrança reduza”.

Ele explica que a WPA trabalha para que sempre haja renegociação até a quarta parcela de inadimplência. ‘Nós fazemos todos os esforços para manter o cliente”, diz Ênio Almeida. ”Após quatro meses de inadimplência, há o distrato e a cota volta para ser revendida pela WAM Brasil”.

Holding investe em várias áreas de negócio

A W Palmerston Holding é uma empresa que atua em várias áreas de negócios, possuindo participações na comercializadora de cotas imobiliárias WAM Brasil e no Grupo Prive, de Caldas Novas/GO.

A empresa atua nos setores de multipropriedade, juntamente com a WAM, possui 57% de Market Share, nas cidades de Caldas Novas/GO, Olímpia/SP, Porto Seguro/BA, Gramado/RS, Domingos Martins/ES e Florianópolis/SC; hotelaria e parques aquáticos, com o Grupo Prive; urbanismo e loteamento; mineração de água termal, em Caldas Novas e Olímpia; e incorporação imobiliária.

Ênio Almeida aponta uma grande vantagem competitiva pela W Palmerston atuar em vários setores da economia, a pulverização de riscos. Ele explica que isso quer dizer que as vezes há negócios que não estão em uma fase de crescimento, enquanto outros estão em expansão. ”Assim, a Holding sempre tem investimentos seguros”.

Atualmente, de acordo com Ênio Almeida, o negócio de multipropriedade é que está em melhor fase e é a área em que a W Palmerston tem mais investimentos.

”Em relação as outras áreas, a Holding está esperando os rumos da economia do Brasil para novos investimentos”, conta o diretor executivo .

A estimativa do diretor executivo é que para este ano a Holding faça lançamentos com investimentos de R$ 600 a R$ 700 milhões.