Idealizado por fundador da WPA, Instituto Terezinha Palmerston completa três anos com educação de qualidade


Compartilhar Compartilhar


Com o intuito de homenagear a mãe e deixar vivo o seu legado de generosidade e amor ao próximo, o empresário Waldo Palmerston, também fundador da WPA, criou o Instituto Terezinha Palmerston – Centro de Educação Infantil (ITP). Em maio, a unidade completou três anos, oferecendo educação de qualidade para atender a todas as necessidades que favoreçam o pleno desenvolvimento dos alunos. “Mais que um projeto de responsabilidade social, o Instituto é fruto do exemplo e inspiração da minha querida mãe, que sempre estava pronta para estender a mão a quem precisasse. Ela foi uma grande mulher e precisava de uma homenagem à altura de sua generosidade”, declarou.

Para concretizar o projeto, Waldo Palmerston investiu em terreno, obra, mobiliário, equipamentos eletrônicos, utensílios, sistema de segurança, climatização, brinquedoteca e playground, e todos os espaços da escola foram criados para facilitar o desenvolvimento pedagógico das crianças. “Essa escola acolhe as crianças da comunidade de Caldas Novas e também os filhos dos profissionais que atuam em nossas empresas. Faço questão de acompanhar a gestão do Instituto de perto para garantir que seja uma escola diferenciada e assistida continuamente. Fazendo um balanço nesses três anos de funcionamento, meu peito enche de gratidão por poder dar andamento nesse projeto que atende às crianças do município que tanto amo”, afirmou o empresário.

Localizada no bairro Caldas do Oeste, a instituição surgiu em 15 de março de 2017 e, para seu efetivo funcionamento, foi firmada uma parceria com a Prefeitura de Caldas Novas para que o local se tornasse um centro infantil. De acordo com a diretora pedagógica do Instituto, Priscylla Lohanna Sousa Borges, o estabelecimento de ensino é uma unidade filantrópica que vai além de um projeto de responsabilidade social. “É fruto de uma inspiração, é o semear de um futuro cada vez melhor para as crianças de Caldas Novas, sendo também um trabalho incessante e inspirador”, enfatiza.

A missão do Instituto é articular políticas sociais à educação, de modo que ambas se integrem ao desenvolvimento individual, social e cultural do educando, por meio da conexão entre as atividades de identidade e autonomia, conhecimento de mundo e ludicidade. “Aqui são valorizadas as singularidades de cada criança”, destaca Priscylla.

Para isso, existe um compromisso com práticas pedagógicas, cujos eixos norteadores são a interação e a brincadeira. Os eixos são trabalhados mediante experiências que promovem o conhecimento de si e do mundo, por meio da expressão da individualidade e do respeito pelo ritmo e necessidade individual de cada criança.

O ITP possui um diferencial único, o que o torna atrativo aos pais e a toda comunidade local: o espaço físico, projetado para que os deslocamentos e movimentos amplos das crianças sejam respeitados em todas as suas habilidades, de modo inclusivo. “Aqui não se separa ‘tempo de brincar’, posto que sua proposta pedagógica compreende a ludicidade como parte da rotina da Instituição. Priorizamos a participação das crianças como protagonistas na busca pelo conhecimento e os educadores como facilitadores e inspiradores na busca pela aprendizagem de qualidade”, explica a diretora pedagógica.

A pequena Manuella Oliveira Monte Rosa dos Santos, de 1 ano e 7 meses, ingressou como aluna da instituição neste ano. A mãe, a psicóloga Iaralanda Matos Ribeiro de Oliveira do Monte, 34, destaca que o Instituto apresenta um espaço físico amplo, arejado e com um toque moderno e pedagógico. Apesar do pouco tempo de permanência na escola, foi lá que Manu deu os primeiros passinhos, aprendeu a dividir seus brinquedos e até falou as primeiras palavrinhas. “Percebi uma evolução na sua coordenação motora. Existe um comprometimento e carinho por parte dos professores. Sem dúvida, é uma das melhores instituições para crianças na primeira infância ao que se refere a cidade de Caldas Novas”, comenta Iaralanda.

Estrutura
O Instituto possui estrutura com os padrões exigidos para a modalidade e dispõe de 10 salas de aula, sanitários, administração, refeitório e área de lazer. De acordo com Palmerston, todos os espaços foram desenvolvidos por profissionais experientes aliados a uma assessoria pedagógica especializada. “É uma escola pública, com padrão das melhores escolas do país, de extrema importância social. O Instituto propicia que mães e pais de família ofereçam educação de qualidade aos filhos”, destacou.

Um local onde as famílias podem deixar suas crianças com segurança e tranquilidade, já que o espaço conta com profissionais qualificados para trabalhar o desenvolvimento integral dos pequenos. A unidade oferece vagas para berçário e maternal 1 e 2, em período integral. O 1º e 2º anos do Ensino Fundamental – Anos Iniciais funcionam em meio período. As vagas são preenchidas de acordo com o cadastro preexistente da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer de Caldas Novas. Os recursos para custear a alimentação e os profissionais que atuam na unidade escolar serão fornecidos pela Prefeitura de Caldas Novas.

Apoio
Aluno do ITP há 3 anos, Bryan Gabriel Sousa Alves, 4 anos, aprendeu bastante após ser matriculado no Instituto. A mãe, Ana Cláudia Alves Magalhães, 24 anos, observa que o filho teve uma grande evolução e também contou com o suporte das professoras ao perceberem um atraso na fala do menino. “Fui comunicada e encaminhada a um profissional da área. Assim, consegui resolver o quanto antes e ele aprendeu muito. Todas as tarefas que são passadas para casa agora ele consegue realizar sem dificuldades”, comemora a mãe coruja. “Meu filho já havia passado por uma escola antes, particular, e o ITP me deixou bem satisfeita de forma geral”, elogia.

A opinião também é compartilhada por Melina Verolla de Carvalho, 35 anos, mãe da Renata Verolla de Carvalho, de 5 anos, estudante há dois anos do Instituto. “Eu amo o trabalho de todos os profissionais da escola, são excelentes, e percebemos um grande desenvolvimento da minha filha, inclusive no contato com outras crianças, quando aprendeu a dividir seus brinquedos, melhora do vocabulário e conhecimento do alfabeto”, pontua a mãe.